Não se encontra o que se procura

Vivemos o habitual tempo de resoluções, o tempo de todas as possibilidades para o aggiornamento que tanto queremos nas nossas vidas. Para nós cristãos este momento reveste-se de uma particularidade.

Sabemos bem que qualquer início, para que seja verdadeiramente fecundo, tem de se revestir de uma ação de Deus, tem de ser despoletado pela oração que mais do que dizer fórmulas, é dizer Deus, bendizer e abençoar quem está connosco e aquilo que temos a nosso proveito. É deixar que Deus aconteça, encarne em nós, num espaço que lhe concedemos livremente.

O acolhimento só pode ser vazio. Mais do que isso já será vaidade. Qualquer liturgia pode cair neste abismo, mesmo aquela de colocarmos a mesa para um qualquer viandante. Deus acontece no vazio desconcertante deste acolhimento interior, como luz que a todos alumia. Daí brota uma vida, um (re) começo.

A oração não é mais que silenciar as existências para descermos ao mais profundo e desconhecido. Qualquer pensamento, ato ou fórmula soam a desnecessários e a maquilhagem, tornando-nos incapazes de acolher tudo o que somos, num tempo de paragem profícua que nega a inutilidade. Porém, quem ora, nunca está satisfeito porque pode sempre melhorar partindo da sua iluminação interior, sempre aberto ao imprevisto que insiste em surgir enquanto epifania.

A oração é colocarmo-nos perante a vida que construímos e termos a renovável capacidade de espanto e de sempre maior empreendimento. É sermos a nossa unicidade, é estar “todo” num momento, numa tarefa, na oração, na vida.

Porém, nem sempre podemos dizer que a oração é um tempo confortável, nem sempre Deus nos transfigura, nem nos surge. Aí é necessário apelar sem desfalecer, apenas recitando o Seu nome, sabendo como em Taizé que a oração é apenas uma possibilidade da alma: a de estarmos na presença de Deus, sem nada esperar.

A fecunda oração tornar-nos-á mestres da liberdade, da disponibilidade, sabendo como Mestre Eckhart que só quem não procura Deus é que O encontrará.

Marcações: Latitude Longitude

Cristo Jovem - Pastoral Juvenil, comunicação e evangelização

Juventude que acredita!
Segue-nos em

LECT'YO