Quaresma

12 dicas que revolucionaram a minha Quaresma

0
0
0
s2sdefault

Este post pretende compilar algumas das reflexões que o Senhor me deu durante um retiro que vivi não há muito tempo. Não são o resultado da minha própria inspiração, mas um verdadeiro dom de Deus e do bom pregador, que Deus colocou no nosso caminho.

Nas nossas vidas, somos como o homem com lepra do Evangelho: estamos no caminho da cura. Caminhamos com a fé e esperamos que Jesus, com a sua graça e delicadeza, curará e transformará o nosso coração.

Tem sido uma bela experiência viver este retiro antes dos quarenta dias de preparação para a Páscoa. Acredito que acharás estes 12 conselhos muito úteis para crescer mais perto de Jesus nesta Quaresma.

1. A nossa conversão parece uma tarefa impossível

quaresma 01

Sim, leste corretamente, é impossível. Não é, e nunca estará dentro das nossas capacidades. Converter significa deixar alguém participar. Nós definitivamente não podemos fazê-lo por nós mesmos, precisamos de Deus para fazer a sua parte. Precisamos que Ele caminhe ao nosso lado e nos cure. A nossa conversa não é nada senão um processo através do qual, pouco a pouco, nos tornamos mendigos da graça de Deus. A nossa vida é como um hospital de campanha: como o médico (Cristo) vai passando pelos pacientes, Ele cura aqueles que estão feridos.

2. A conversão exige que mudemos a forma como olhamos para as coisas

quaresma 02

Estamos habituados a olhar para nós mesmos e para a nossa realidade através de uma perspetiva muito limitada, no fundo, humana. Quando olhamos para as coisas através de amor e esperança, descobrimos realidades que não seriam tão fáceis se as olhássemos de uma outra forma. Por isso, pedimos a ajuda da Virgem Maria para ver através dos seus olhos, com um olhar maduro da fé. Depois da crucificação e morte de seu Filho, quando ela o segura nos seus braços, Maria é capaz de ver o Ressuscitado. Mudar o nosso olhar significa aprender a ver que a nossa própria limitação é o lugar da nossa salvação. Sim, isso mesmo, o inesperado pode surgir do desespero. Deus pode realizar grandes coisas em nós se deixarmos que a nossa fragilidade dê lugar à sua presença.

3. Olha para as coisas como um filho de Deus

quaresma 03

A forma como uma criança órfã ou um filho/filha olham para a vida não é a mesma, revelam perspetivas muito distintas. Imagina como é diferente para uma criança enfrentar as dificuldades da vida sozinho, versus fazê-lo acompanhada pelo seu pai. A nossa condição é sermos filhos de Deus Pai, dependentes do Seu amor. Se formos feitos segundo o modelo de Cristo, então devemos ser como Ele, filhos de Deus, como Ele mesmo é. A nossa vida será mais livre na medida em que buscamos essa relação filial. Na nossa vida cotidiana, deveremos perguntar a nós mesmos: para o que estou a olhar? ... Para o mal em nós mesmos e no mundo, ou para a presença de Cristo em nós?

4. Deixemo-nos converter à beleza

quaresma 04

Dirigir o nosso olhar para Cristo significa viver seduzido pela Sua beleza e isso descentra-nos de nós mesmos. Novamente, isto relaciona-se com a postura penitencial e olhar focado para fora da Quaresma. Quando nos deixamos admirar por uma grandeza superior, deixamos de pensar tanto sobre o que nos acontece, o que nos deixa tristes, etc. É uma questão de não deixar que as nossas atividades diárias bloqueiem a nossa abertura à graça e espanto da constante Luz que Deus coloca nas nossas vidas. Considera o amor humano: quando um jovem se apaixona por uma rapariga, ele vive cativado pela sua beleza e esquece-se um pouco de si próprio. Da mesma forma, para quem ama Cristo vive na contemplação da Sua beleza e reorienta o olhar de tudo o que não é Ele.

5. Torna-te consciente, uma e outra vez, do tesouro que encontraste

quaresma 06

Por outras palavras, estar ciente de que Cristo está presente nas nossas vidas e daquilo que Ele significa para nós. Voltando a este momento da nossa vida: Estávamos a caminhar no campo da nossa vida quando de repente encontramos um tesouro. Vendemos tudo o que tínhamos e compramos o campo onde estava enterrado, porque era mais valioso do que tudo o que já tínhamos. Converter-se significa ser capaz de ver a realidade como um todo: embora o "campo" da nossa vida possa ter muitos defeitos, esconde um tesouro inestimável que não mudaríamos por nada. Este é aquele que mais vale a pena.

6. Vive o presente, apenas o presente é real

quaresma 06

O diabo distrai-nos e afasta-nos do que realmente está a acontecer. Ele impede-nos de ver o presente. O diabo envolve-nos nos pecados que cometemos no passado ou com as incertezas do futuro. No entanto, Deus age no real, no nosso presente. Não há nada mais real do que o presente. Devemos crescer na nossa fé para perceber que, mesmo que o presente pareça doloroso, se nos afastamos dele devido à descrença, à desconfiança ou ao esquecimento, poderíamos perder o que Deus tem guardado para nós.

«Sempre que acordamos para um novo dia, não importa qual a situação que temos de enfrentar, mesmo aquelas que são difíceis ou dolorosas, existe sempre algo de bom prestes a surgir no horizonte humano» (Luigi Giussiani).

7. Aceita quem és

quaresma 07

Somos peregrinos que - sabendo que estamos em viagem - não fechamos os olhos quando encontramos um deserto, pois sabemos que este não terá a última palavra. Muitas vezes, caminhamos como se houvesse apenas areia e fosse possível avistar o horizonte. Outras vezes, ficamos escandalizados com a nossa própria fraqueza, ou com a fraqueza daqueles que nos rodeiam. A Quaresma certamente pode parecer assim. Sim, é verdade, somos pecadores que precisam da ajuda constante da graça, mas também somos filhos amados de Deus. Ele vive connosco e a nossa vida está aberta à santidade e à felicidade.

8. Não vivas de acontecimentos apenas, mas vive o Verdadeiro Acontecimento

quaresma 08

É o olhar que retorna e olha para Cristo, que relembra Cristo, vivo e presente mesmo quando Ele parece ausente, ou quando todos parecem esquecê-Lo. É o olhar de Maria, que procura estar em sintonia com o coração dos seus Filhos. Em tempos difíceis, ou mesmo quando tudo está bem, devemos perguntar a nós próprios: Que bem quer Deus que eu tire desta situação? Uma vez que em cada momento, por mais doloroso que seja, existe a Ressurreição de Cristo, o acontecimento singular, real e verdadeiro que preenche a nossa vida e a própria realidade com significado e esperança.

9. Aprende a saber perder e a aceitar que os outros ganhem

quaresma 09

Não te importes com presentes mas sim com quem te presenteia. Liberta os teus braços para poder abraçar o Pai. Este é precisamente o espírito com o qual desistimos de algum "bem" pelos 40 dias da Quaresma. Aceita ir até Deus de mãos vazias, porque Ele quer as nossas mãos, não cheias de coisas e riquezas, mas apenas as nossas mãos. Como cristãos, acreditamos que quando um fracasso nos acontece, é porque Deus quer triunfar. Quando a escuridão vem, é porque Ele quer ser a Luz.

"Nenhum lutador é mais divino do que aquele que alcança a vitória através da derrota. No momento em que recebe o golpe mortal, o seu adversário cai no chão, e ele próprio é atingido pelo golpe final. Pois ao atingir o amor também ele é atingido pelo amor. E, deixando-se impressionar, o amor prova o que tinha de ser provado: que é de facto amor» (Hans Urs von Balthasar).

10. Acredita que a Cruz é a árvore da vida

quaresma 10

Como cristãos, somos chamados a carregar a cruz. Jesus nunca disse o contrário. Em vez disso, Ele afirmou esta questão muitas vezes: A cruz sempre foi, é e sempre será o caminho, o lugar, a ocasião, o instrumento da nossa salvação. Estar sempre a queixar-se da cruz como se fosse um obstáculo, é viver como se não fôssemos cristãos. O Senhor, que carregou a sua própria cruz, e foi ferido pelos nossos pecados, está na cruz. Na verdade, Ele está presente em cada uma das nossas cruzes.

11. Entende o teu verdadeiro lugar na Igreja

quaresma 11

Devemos viver como membros da Igreja. Não nos devemos concentrar apenas em nós mesmos, nem só naquilo que nos acontece. Muito menos nos devemos santificar, fazendo com a caminhada cristã seja mais confortável apenas por capricho. Devemos conhecer e ser fiéis ao lugar que Deus nos colocou em prol de nossa própria felicidade.

12. Vive com Esperança

quaresma 12

Viva a Quaresma (e além) esperando que o Senhor faça um milagre. O propósito da nossa vida é caracterizado pela nossa necessidade de sermos salvos. Ninguém pode impedir a primavera de florescer, nem a tempestade de acalmar. Pergunta-te a ti mesmo: Quais são minhas derrotas? Porque elas são a própria semente que fará crescer a nova vida com a graça de Deus. Mais abaixo da nossa queda estão as mãos de Jesus. Ele colocou-se abaixo da superfície, para que não haja uma queda tão horrível de que Ele não nos possa livrar. Ele colocou-se em frente do inferno.

A nossa vida consiste em crescer em proporção com o que sonhamos, de acordo com a nossa esperança.

 


Artigo publicado originalmente no site CatholicLink. Traduzido por Diva Félix.

icone redondo

Juventude que acredita!
Segue-nos em

LECT'YO

Copyright © Cristo Jovem  |  Powered by Wok Design